Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies, onde poderá desactivar os mesmos.

OK
pt
en fr it es de
Menu
Whatsapp

Aspectos psicológicos da calvície

A nível psicológico, todos os tipos de alopecia, patológica ou não, afectam a pessoa que dela sofre em maior ou menor grau, uma vez que a sociedade valoriza a estética e os cuidados capilares. Aqui, nós na Clínica de Freitas explicamos a relação entre psicologia e queda de cabelo.

Aspectos psicológicos que deve conhecer sobre a alopecia

Alopecia a nível psicológico pode afectá-lo esteticamente ou fisicamente. As pessoas têm a capacidade de encontrar defeitos em si próprias que os outros nem sequer notam. 

Quando nos olhamos ao espelho, a primeira coisa que fazemos é procurar aquela pequena imperfeição que não nos agrada.

A calvície faz-nos parecer mais velhos do que somos, e é um processo lento e progressivo que muda a nossa imagem pouco a pouco. 

Para muitas pessoas, o simples facto de envelhecerem devido à aparência causada pela alopecia é inaceitável e sentem-se insatisfeitas com a sua nova aparência. 

Em casos mais graves, até mudam o seu estilo de vida devido a este problema. 

Problemas psicológicos que podem ser causados por alopecia

Se é homem ou mulher e reconhece que a alopecia está a afectar a sua vida, deve consultar definitivamente um profissional de cabelo (tricólogo), ou ir a uma clínica especializada em queda de cabelo pode ajudá-lo a melhorar a situação.  

Os homens podem ceder e aceitar a calvície precoce, mas para as mulheres, este problema pode assumir a conotação de uma verdadeira tragédia.

Psicologia da alopecia nas mulheres

Para as mulheres, é uma verdadeira causa de depressão, pois não é socialmente aceite que uma mulher possa ficar completamente careca. Portanto, por vezes, quando uma mulher fica careca, resolve-se temporariamente com uma peruca ou prótese de cabelo, por vezes com um lenço de cabeça. 

Ambos os sexos são afectados, mas a deterioração do bem-estar psicossocial é maior e mais grave nas mulheres.

Psicologia da alopecia nos homens

Os adolescentes podem sofrer de falta de auto-estima ou auto-confiança, por exemplo, quando ainda estão na universidade, podem sentir-se diminuídos perante o sexo oposto, ou desconfortáveis quando são os únicos homens do grupo que sofrem de alopecia avançada. 

A situação do início da calvície ou de ficar calvo pode levar ao stress, ansiedade e depressão.

Alopecia na sociedade de hoje

Na alopecia não há classes sociais que sofram menos do que outras. As celebridades que têm de posar em frente a uma câmara não são apenas afectadas psicologicamente mas também profissionalmente e isso pode mudar as suas vidas.

No entanto, é socialmente "aceite" que os homens fiquem carecas. Há centenas de exemplos, especialmente celebridades, onde uma cabeça rapada devido à falta de cabelo é mesmo atraente.

Como podemos ver, muitos homens minimizam a questão e prosseguem com as suas vidas sem serem afectados de forma alguma. E o melhor de tudo é que isso não os afecta realmente. 

Acredite ou não, quando um homem começa a ficar careca e a lidar com isso, é mais uma questão de atitude do que de estética.

Noutras ocasiões, se a alopecia estiver muito avançada, há sempre a opção de um implante capilar se o paciente tiver uma área doadora em bom estado. 

Se quiser renovar a sua imagem e recuperar o seu cabelo, pode contactar-nos através do formulário no website.